Pai e filho pedalam 1.350 km em 12 dias para chegar a Campo Grande

Após pedalarem por 12 dias e percorrerem 1.350 quilômetros, o autônomo Luciano Graeff, de 51 anos, e o filho Tobias Graeff, de 16 anos, chegaram a Campo Grande na tarde de terça-feira (6). O ponto de partida foi a cidade em que vivem, Não-Me-Toque (RS), no dia de Natal (25). Na bagagem carregavam o essencial: água, comida, máquina fotográfica, equipamentos para trocar o pneu, remédios, capa de chuva e poucas mudas de roupa.

O motivo da aventura, conforme Luciano, foi para passar mais tempo ao lado do filho. “Uma vez por ano eu tiro para me relacionar mais com meu filho, é muito colégio e eu tenho meus afazeres diários, e isso impede um pouco que a gente tenha uma relação de pai para filho”, explicou ao G1.

Por dia, os dois percorriam cerca de 120 km, o que em média dá 16 horas diárias de pedalada. “A gente aproveitava a luz do dia porque é mais fresquinho. Tocava direto de manhã e almoçava por volta das 13h em restaurantes”, contou. O autônomo ainda disse que ao escurecer eles procuravam algum hotel, ou pousada, para se hospedarem e continuavam o trajeto ao amanhecer.

A virada do ano foi comemorada em Maringá (PR), longe da família. "Dá um estresse familiar, mas vale a pena. A nossa agenda estava apertada, se não fosse agora não teria tempo. Mas tem vários [momentos] para curtir ainda", brincou Luciano.

O pai ainda disse ao G1 que essa não é a primeira vez que ele viaja junto com o filho Tobias de bicicleta. “Faz três anos que fazemos isso, no primeiro ano foi para praia e no ano passado fomos conhecer Itá (SC), e esse ano resolvemos visitar os parentes em Campo Grande”, relatou.

Tobias contou que gosta de viajar de bicicleta, pois tem a oportunidade de conhecer lugares diferentes. “É muito legal conhecer os lugares, muita gente fala que isso é loucura, mas eu gosto bastante de viajar de bicicleta”, disse.

Durante o trajeto, a dupla enfrentou algumas dificuldades para chegar até onde queria. “Muitas vezes furou o pneu, caiu a correia da bicicleta, perdemos tempo também, mas, no geral foi tudo bem”, afirmou o adolescente.

A volta dos dois para a cidade natal não será de bicicleta, de acordo com Tobias. Eles voltarão de ônibus no domingo (11). “A gente vai mandar as bicicletas pela transportadora, porque não temos tempo, senão a gente ia”, brincou o adolescente, que ainda afirmou que tem fôlego para encarar o percurso de bicicleta novamente.



telefones:
- Loja 1 (Centro): (75) 3322-8301
- Loja 2 (R. Castro Alves): (75) 3024-3723
contato@pererepecas.com
FORMAS DE PAGAMENTO
CARTÕES DE CRÉDITO
CARTÕES DE DÉBITO